terça-feira, 13 de janeiro de 2009

O eterno Deus Mudança


O Ano Novo nos convida a mudar...

Já começa na celebração. Inventaram que pra dar sorte, é preciso ir à praia de noite (no ano inteiro, ninguém se aventura), pular sete ondinhas, comer 12 uvas, lentilhas e por aí vai. Nada contra, até porque eu sigo todos os rituais.

Mas o que mais me intriga é a tal da necessidade que sentimos de mudar. Acho que é a principal inspiração que esta data causa à maior parte das pessoas. Tomar novas resoluções, emagrecer, mudar de emprego, fazer um trabalho voluntário, ou seja, deixar de ser como éramos para nos tornarmos melhores.

Mas mudar é quebradeira, implica em abandonar o conhecido, mergulhar em mares desconhecidos com a pequenez de uma criança. E, talvez o mais complicado, implica em escolher. E escolher, implica NECESSARIAMENTE em abdicar. Abdicar do conveniente, do conhecido para encontrar ou apenas buscar a verdadeira felicidade. Pra mergulhar de cabeça no novo.

Boa sorte e 2000inove!

Um comentário:

  1. ADOREI O TEXTO, É ISSO AÍ GQAROTA!!!! MUDAR É CRESCER, COMO VC DISSE ABDICAR DE UMAS COISAS PRA CONQUISTAR OUTRAS, MTA GENTE NÃO GOSTA DE ESCOLHER COISAS SERIAS ENTÃO ESCOLHE UM GURU, ALGUÉM SERIO EM Q CONFIE E PEDE ORIENTAÇAO A ELE(NÃO VALE PSICOLOGO, Q NÃO ORIENTA OBJETIVAMENTE)DEPOIS É FÉ EM DEUS E PÉ NA TÁBUA!

    ResponderExcluir