sexta-feira, 6 de março de 2009

A beleza nasce do caos



Noite dessas, durante minha aula de teoria musical, fui surpreendida pela seguinte frase do meu professor: "a beleza da música vem da desordem".

Foi um choque pra mim ouvir essa sentença!

Explicando a frase do professor: para compor uma canção precisamos juntar notas musicais (até aí, nenhuma novidade!), acontece que se juntarmos notas iguais, por exemplo Dó Dó Dó, a música fica monótona (exatamente daí veio o palavra monotonia mono= um, tono= tom). Mas, além de variar a altura das notas - por exemplo Dó Mi Sol já soa melhor do que Dó Dó Dó - é essencial que o compositor varie a duração de cada nota.

Assim, se uma nota dura um tempo x, a nota seguinte dura o dobro do tempo e a que vem depois dura metade de x. Resumindo, a variação e a desordem das durações de tempo das notas é o que dá ritmo às canções.

Adorei a descoberta. Até porque sou um tanto bagunceira...
Quem sabe a desordem não seja de todo o mal. Talvez o nosso caos de cada dia seja capaz de produzir alguma beleza. Tomara!

Um comentário:

  1. Acho que a desordem é um pouco o reflexo do caos da vida corrida. Também não consigo imaginar um inventor, um músico, um grande escritor com o escritório milimetricamente arrumado... Meu local de trabalho é sempre memos bagunçado que o meu quarto, por exemplo. Ainda assim... hehehe
    Que tipo de aula de música vc faz?
    Bjs

    ResponderExcluir